segunda-feira, 25 de julho de 2011

ILUMINAÇÃO para o mais pequeno dos servidores 22 de julho de 2011

A pedido de Nossa Senhora com Todas as Nações vou compartilhar sobre a ILUMINAÇÃO DE CONSCIÊNCIA.
 Eu tinha também já me referido como o  "mini julgamento". 
Aos dezoito anos eu me tornei um católico caído,  é que eu já não praticava a fé . E vinte anos mais tarde com a idade de 38 é que eu tive uma experiência que mudou minha vida inteira. Primeiro eu tive um sonho sobre JESUS ​​e no sonho ele era tão real como se Ele estivesse bem no quarto comigo. Quando acordei do sonho, eu disse a mim mesmo que eu tinha visto Jesus, mas então eu percebi que Jesus não viria para alguém como eu, porque eu não prestava mais atenção a ele. Na noite seguinte, quando eu deitei na cama senti como uma corrente a viajar pelo meu corpo. Após isso ocorrer, eu tinha uma percepção de quanto Jesus me amava e eu agora comecei a perceber o quanto eu O ofendi com meus pecados. Saí da cama e caí de joelhos dizendo uma e outra vez que eu sentia muito, pedi desculpe por meus pecados. Eu continuei a experiência de ver o quanto meus pecados ofendiam a JESUS, e em seguida sentia uma dor profunda, profunda em meu coração e alma. Essa dor é tão profunda, tão triste que eu não posso começar a dizer-lhe como é doloroso. 
A experiência depois parou e eu até então estava chorando lágrimas de tristeza.
A experiência parou, mas a dor e a tristeza permaneceram em meu coração e alma. 
Na manhã seguinte, acordei às 4:00 e desci as escadas e foi então que Jesus falou comigo pela primeira vez (apesar de eu não entender completamente e duvidava que ele estaria falando comigo) e disse-me para obter uma Bíblia e abri-lo. Abri-lo para Lucas, capítulo 15 para a parábola do filho perdido. Quando eu li isso eu chorei e chorei pedindo seu perdão. No dia seguinte comecei a experimentar o que os meus pecados tinha feito a Jesus. 
Vi uma visão de mim mesmo cometendo um pecado grave e eu, em seguida, viu Jesus sendo açoitado por um soldado romano e enquanto eu olhava para o soldado romano eu vi o meu rosto em sua face. Eu não posso descrever quão devastadora era essa dor e essa tristeza em meu coração. Isto continuou por vários dias e a cada dia que passava a dor e a tristeza aumentavam em meu coração e alma. eu finalmente disse JESUS ​​o que eu precisava fazer para aliviar a dor e tristeza no meu coração porque eu não acho que eu poderia aguentar muito mais. Então eu o ouvi dizer, a confissão. Eu não tinha ido a confissão em 20 anos então eu tive que procurar onde e quando as CONFISSÕES estavam sendo realizadas na Igreja Católica local. Felizmente, havia dois padres a ouvir confissões, quando fui falar com o padre ele ouviu a minha confissão, e foi capaz de passar o tempo que eu precisava para me confessar. Eu não tinha ido a confissão pelo menos a vinte anos e então eu chorei e chorei,  e quando o sacerdote deu-me a absolvição Parecia um enorme peso tivesse sido tirado de mim. A felicidade que eu senti eu não posso descrever como a tristeza e dor no meu coração se foram, eu me senti totalmente curado e perdoado. 
Assim começou a minha jornada espiritual que continua até hoje. Muitos anos depois, eu pedi a Nossa Senhora se eu tinha experimentado a iluminação completa . NOSSA SENHORA respondeu que eu tinha experimentado cinco por cento. Quando ouvi isso, comecei a chorar e pedi a Jesus para ter misericórdia. Eu sabia que algumas pessoas não vão sobreviver à iluminação da consciência que está vindo e, muito em breve. 
A dor e a tristeza para o coração e alma será muito grande. E muitos irão morrer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração de Batalha Espiritual - Padre Robert DeGrandis, SSJ

Senhor Jesus Cristo, coloco-me aos pés da Sua Cruz e peço-Lhe que me cubra com o Seu preciosíssimo Sangue que se derrama do Seu Sagr...